Um fórum de RPG interpretativo com tema futurista, livre para quem se interessar e que utiliza de um sistema simples para que qualquer jogador possa entender.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Aurora Boreal - Kayn

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Aurora Boreal - Kayn   Dom Dez 16, 2018 10:09 pm


Já faz quase um dia desde o atentado da Reconquista em Gradopolis durante o festival mais esperado do ano, e as coisas parecem estar se tornando cada vez mais tensas entre as duas facções. Procurando estar em território neutro e manter-se longe dos problemas, Kayn foi parar justamente no lugar onde nasceu: Ghouane, o único território verdadeiramente neutro em toda a galáxia. Já crescida, ninguém mais parece reconhecê-la por ali, até mesmo por conta da intensa troca de funcionários dos negócios locais. Além disso, o planeta é sempre um bom lugar para talvez encontrar um trabalho e conseguir algum dinheiro.

A garota está sentada sozinha na mesa de um bar, em um canto isolado. Ainda é fim de tarde, mas as coisas em Ghouane não tem horário do dia para funcionar. É como se ali só houvesse noite o tempo todo, independente da cor que o céu se encontra. O local é bonito, carregado de luzes fortes e neon, fazendo com que a luz do dia mal entre no estabelecimento. E apesar do horário, há uma quantidade grande de pessoas ali. Logo atrás de si, Dália pode ver um grande letreiro de luzes roxas e fluorescentes que levam o nome do local: "Eclipse".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Dom Dez 16, 2018 10:26 pm

Estava tomando uma batida de morango lotada de gelo enquanto acompanhava as notícias na televisão próxima ao balcão, bem no topo e guardada apenas por uma grade de metal para evitar furtos. Quando extorquiu a última remessa da bebida, decidiu se aproximar do balcão, onde poderia buscar por mais informações.

Levantou-se da mesa isolada e puxou uma das cadeiras do balcão, se sentando. Vista de longe, provavelmente seria confundida com um homem, e também se vestia como tal.

- Uma batida de espumante Rosé, meu consagrado. - Cruzou as mãos em cima do balcão, parecendo entretida com a TV. Sua voz era um tanto grave, mas ainda com traços de feminilidade, o que daria aos outros o prazer da dúvida. - Me pergunto como a Aliança se portará diante desse ataque.

Raspou a garganta, cruzando as pernas e apoiando a lateral da face na palma da mão, olhando diretamente para o atendente com seus olhos rubros e intrépidos, quais muitos julgavam intimidadores.

- Talvez até a neutralidade de Ghouane seja afetada por um receio coletivo de ambos os lados. O que você acha?


Última edição por Kayn em Seg Dez 17, 2018 12:05 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Dom Dez 16, 2018 11:30 pm

Com a aproximação de Kayn do balcão, a atenção do barman é logo chamada para si. Talvez para tentar descobrir seu gênero antes de se referir a mesma, mas acaba desistindo quando pode ver seu rosto e ouvir sua voz e mesmo assim continua sem saber. Prefere manter-se impessoal, já que essa discussão de gênero por vezes causa algumas confusões por ali.

Claro. Um instante, por favor.

Ele se afasta por poucos minutos apenas para preparar a bebida corretamente, e nesse meio tempo a mercenária pode notar a presença de uma bela moça de cabelos claros no banco próximo a si. Ela observa o seu redor com atenção enquanto bebe aos poucos do que parece ser um copo de Whisky. Entretanto, não chega a encarar Dália diretamente em momento algum.

Aqui está sua bebida. — O homem retorna com o pedido, mas fecha a cara diante do assunto que ela tenta puxar. — Você não deveria falar esse tipo de coisa, garota. A Máscara mantém esse lugar perfeito como está desde que o assumiu, e eu não duvidaria da capacidade de alguém como ela. — Ele conclui, visivelmente mais um fã daquela entidade misteriosa. 

Logo, o barman procura uma brecha para ir atender outros clientes e não permitir que a garota continue a puxar aquela conversa que poderia facilmente comprometê-lo. Antes que ela possa se afastar, no entanto, a jovem mulher sentada ao seu lado enfim volta sua atenção à Acanok, depois de ouvir com clareza sua conversa com o garçom.

Não seja ingênuo, querido. Nós dois sabemos que não existe essa de neutralidade. — Ela sorri, tomando um longo gole de sua bebida. — Mesmo que nada seja declarado, na guerra até mesmo A Máscara vai ter que escolher um dos lados. O mais lucrativo, é claro. Meu caro, coloque o pedido desse belo rapaz na minha conta.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 12:03 am

Kayn percebeu o bartender desviar da pergunta, quase sorrindo com a maneira em que ele defendeu a Máscara. Se Lotor estava do lado daquela mulher, então Dália também estaria. A curiosidade da jovem era em como aquelas formigas reagiriam ao ter seu lar ameaçado por algumas gotas de chuva, apesar da tempestade ser em outro local.

Seu sorriso lateral aumentou com a interferência da mulher, parecendo ter a resposta na ponta da língua. Finalmente alguém que não tinha medo de falar. Com uma das sobrancelhas arqueadas, Dália se virou para a loira, mantendo as pernas cruzadas e agora também com os braços entrelaçados sustentados na região do próprio ventre.

- Qual lado lhe parece mais lucrativo, minha dama? - Os olhos de Dália transpareciam certo entusiamo, apesar de intimidadores como sempre. Tinha um olhar selvagem que constantemente era entendido como provocação ou desprezo. Bem, algumas vezes realmente eram, mas nem sempre.

A loira havia se disposto a pagar pela bebida de Dália, o que fez o interesse aumentar. Nem toda mulher se ofereceria para pagar a bebida de um desconhecido, então ela provavelmente também buscava algum tipo de informação ou coleta de dados, ou simplesmente estava interessada no assunto. Mesmo assim, Dália relutou inicialmente em aceitar a bebida gratuita, ou ao menos pareceu estar relutante:

- Não é todo dia que uma mulher tão formosa se oferece para pagar uma bebida. - Riu de maneira amigável, pendendo levemente a cabeça para a lateral esquerda. - Qual seu nome? - Balançou a cabeça negativamente, reestruturando a pergunta. - Ou melhor, como prefere ser chamada? Eu sou Kayn, ou ao menos é assim que a maioria das pessoas me chamam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 12:41 pm

A mulher não parece intimidar-se com o olhar intimidador de Kayn. Seus olhos muito claros mantêm-se presos no dela, e seu sorriso não oscila. A situação já parece tão natural para ela que seria difícil intimidar a loira, mas há algo na garota que desperta seu interesse. A jovem parece muito confiante, e mantêm seu olhar intenso como antes.

Receio que isso ainda não possa ser previsto. Ao menos, não por pessoas como eu e você. — Ela ri, tomando mais um gole da bebida que já está próxima ao fim. — Isso vai depender de quem estiver mais desesperado pela vitória, mas disto me asseguro: a competição será acirrada.

Ela ajeita seus cabelos com a mão esquerda, jogando-os para o lado. Enquanto isso, a outra mão é levada ao balcão e seus delicados dedos dançam por ali por algum tempo, emitindo um barulho de suas unhas compridas contra o vidro. A mesma é levada ao copo de bebida recém trazido pelo bartender, e gentilmente empurra-o na direção de Dália.

Não é todo dia que se vê um rapaz tão bonito sozinho por aqui. Aceite. — Ela pisca, com um sorriso de canto. — Pode me chamar de Kylle. É um prazer, Kayn. Mas agora, o que lhe traz à Ghouane? É claro, se a pergunta não for incômoda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 1:47 pm

Observou como a mulher cutucava o balcão com as unhas até que a bebida chegasse e Kylle empurrasse-a para Kayn.

Suas mãos não se pareciam com mãos masculinas, por isso Kayn usava luvas. Normalmente era mais conveniente se passar por homem do que por mulher. Inclinou-se levemente em direção à Kylle, como se estivesse brindando em agradecimento pela bebida. Depois de um gole, continuou:

- O mais desesperado, huh? - Sorriu, levando o copo até os lábios novamente. Enquanto isso, a mulher prosseguiu, surpreendentemente com um elogio.

Kayn sorriu um tanto sem jeito, encarando-a.

- Agradeço o elogio. Eu vim para Ghouane por ordens do meu superior. - Preferiu deixar em aberto, sem citar o nome de Lotor. - À trabalho, tecnicamente. E você, é de Ghouane?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 3:40 pm

Kylle corresponde ao brinde, erguendo um tanto seu copo também antes de enfim dar um longo gole na bebida, até que o copo enfim fique vazio. A jovem já estava bebendo há algum tempo, mas ainda assim parece continuar completamente sóbria.

Ela sorri com a falta de jeito da garota, antes de virar-se para o barman e erguer um pouco sua mão direita buscando chamar sua atenção. Não que isso fosse muito difícil, já que a beleza da loira chama atenção até demais para si.

Um Blue Lagoon, por favor. — Pede, antes de voltar-se a Dália mais uma vez. — Não diria que sou daqui, apenas frequento vez ou outra. Sabe, podemos dizer que à trabalho também, mas não só por isso. Acho Ghouane um lugar particularmente divertido. E aqui é um ótimo lugar pra arrumar algumas... oportunidades de trabalho, já que é uma zona dita "neutra", não? Você não estaria interessado em algo assim, por acaso? — Ela parece mais interessada, apoiando seu braco na mesa e aproveitando para usá-lo como sustentação da própria cabeça, levemente curvada para o lado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 4:29 pm

Dália tomou uma longa dose da bebida, levando todo o restante do líquido em uma única virada e pousando o corpo vazio em cima do balcão. Iria parar por ali já que sua tolerância alcoólica não era das melhores, por isso se continuassem não demoraria muito para que ficasse bêbada. Aproveitou que o bartender estava por perto graças a Kylle e pediu um copo de água.

- Eu nasci em Ghouane, mas não paro muito aqui graças ao trabalho.

O garçom apareceu servindo o copo de água para Kayn enquanto a bebida da loira ainda era preparada. Depois de um longo gole, descruzou as pernas e se inclinou para mais próximo da loira, prosseguindo:

- Depende, que tipo de trabalho seria esse? - Sorriu, arqueando as sobrancelhas com os olhos firmes e impassíveis. Não era exatamente tão dependente do dinheiro, mas gostava do caminho para obtê-lo, especialmente se significasse espancar alguém para limpar o caminho ou para abrir a boca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 7:26 pm

O garçom logo aparece, trazendo a Kylle seu drink. Desta vez, é uma taça muito bonita, e seu interior é preenchido por um líquido azul de cor muito próxima ao tom dos olhos da mulher. Ela pega a taça de maneira elegante e ajusta sua postura, tomando alguns goles antes de deixá-la no balcão mais uma vez. Ela junta suas mãos, firmando seu olhar no de Kayn.

Bom... Não seria nada complicado, na verdade. Preciso que algumas coisas sejam entregues em um planeta próximo. — Ela sorri para a garota. — Ultimamente, estou com muito trabalho, por isso não posso ir eu mesma. E meu prazo está acabando... Imaginei que um rapaz tão gentil quanto você poderia ser o ideal para me dar essa ajuda. E então, você poderia fazer isso? A recompensa faria seu trabalho valer a pena. — Pisca para ela, sua expressão entrega que ela realmente precisa que essa tarefa seja realizada logo.


Última edição por Ariete em Seg Dez 17, 2018 9:08 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 9:02 pm

Apoiou as mãos nas coxas, encarando-a com firmeza, mas dessa vez sem sorrir.

- Entregar o que, para quem e onde? - Novamente cruzou as pernas, escorando as costas no encosto do banco e adotando uma posição de conforto e despreocupação. - E é claro, qual a recompensa?

Não tinha nenhuma tarefa por enquanto, e Lotor também não havia dado missão alguma. Provavelmente ainda estavam organizando as coisas dado o choque recente entre Aliança e Reconquista, e, com isso, Dália estava entediada e desocupada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 17, 2018 10:26 pm

Ela permanece pensativa por alguns instantes, com seus dedos inquietos, passeando pela barra do vestido preto de seda que usa. Mais um gole em sua bebida, e o sorriso retorna ao seu rosto, enquanto ela toma liberdade para ajeitar brevemente a franja de Kayn com seu dedo indicador e as longas unhas pintadas de preto tocam a testa da garota, arranhando-a levemente. Ela afasta a mão e mantêm-se um pouco curvada na direção de Dália.

Vamos por partes, certo? O local de entrega é Marte, mais especificamente, na Estação Sandra Feliciano. Quanto a para quem entregar, mandarei mais detalhes e as coordenadas para você no seu smartphone se aceitar, é claro. Mas veja só, há só uma pergunta que não posso responder, e também apenas uma restrição: não olhar a entrega em momento algum. Por favor, é sigiloso, isso não seria um problema, não é? — Ela pede, e seu sorriso toma um tom mais sugestivo. — A recompensa inclui uma boa quantia em dinheiro, é claro. E também a minha confiança, que é o mais importante. Há algo mais que um homem possa querer? Parece bom o suficiente para você, querido?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Ter Dez 18, 2018 12:46 am

Kayn riu com as últimas sentença da loira e o tom que ela havia aderido, comentando:

- Realmente, o que mais um homem poderia querer além de dinheiro e da confiança de uma deidade loira?

Depois de retomar à seriedade, voltou-se para a missão:

- Contando que o conteúdo não me exploda, não vejo problema algum. - Brincou, apesar de estar relativamente falando sério. - Terei que acompanhar alguém?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Ter Dez 18, 2018 1:48 am

A mulher ri, e logo seu sorris cresce e torna-se um tanto malicioso com o elogio. Ela enrola o dedo indicador em uma das mechas dos cabelos claríssimos e muito bem cuidados, mantendo seu olhar firme em Kayn.

Parece que você entendeu. Modéstia à parte, mas minha confiança é uma das coisas mais valiosas do universo. Não só pela beleza.

Ela pisca o olho esquerdo para a mercenária, tomando um longo gole de sua bebida para enfim terminar de passar os detalhes da missão.

Hum... Não, não. Seria um desperdício explodir alguém como você, querido. Fique tranquilo, isso jamais estaria nos meus planos. — Toca brevemente o queixo de Dália com seus dedos, erguendo seu rosto como se o analisasse. — Você terá que ir sozinho, na verdade. Infelizmente ou não, depende do seu gosto. Não tinha mais ninguém para designar a essa tarefa no momento, e sabe, eu não confio em qualquer pessoa. Então não me decepcione, tá?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Ter Dez 18, 2018 6:04 pm

Dália teve seu rosto brevemente erguido pela loira, encarando-a com um olhar sério enquanto continuava a ouvir suas palavras. Seus lábios não esboçavam nenhum tipo de sorriso, apenas neutralidade, dificultando que discernissem seus pensamentos. E neutralidade era um de seus pontos fortes, já que isso deixava o oponente hesitante por não conseguir prever seus pensamentos, o que criava brechas na defesa inimiga.

Mas isso foi por pouco tempo, logo o sorriso traiçoeiro de Kayn retornou ao seu rosto.

- Eu prefiro assim. - E de fato, preferia. Quanto mais pessoas Kayn tivesse que proteger, mais brechas haveriam em sua defesa pois teria que dividir sua atenção entre o inimigo e aquele que precisava ser protegido. Sempre preferiu trabalhar sozinho mesmo contra múltiplos oponentes, pois era mais fácil se concentrar se você só tivesse que se preocupar com a própria segurança.

"Não dê ao inimigo um ponto fraco", pensava.

Para alguém no bar bebendo e flertando com um desconhecido, Kylle certamente estava "sem tempo". E isso certamente fazia a curiosidade de Kayn crescer mais ainda.

Se a curiosidade realmente matou o gato, então Kayn ainda tinha mais seis vidas.

Pegou um pedaço do guardanapo e escreveu seu contato lá, entregando para Kylle pouco depois de se levantar e deixar um pouco de gorjeta para o bartender.

- Certo, eu topo. Estarei aguardando por instruções.

Caminhando em direção à saída, puxou um cigarro do maço em seu bolso e acendeu-o após cruzar a porta.

"Kylle, huh?". Achava a loira bastante suspeita e inconsistente, e isso a intrigava mais ainda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Ter Dez 18, 2018 7:32 pm

Kylle mostra-se bastante satisfeita ao ver que o contato da garota estava sendo escrito no guardanapo, pegando-o com os longos dedos. Ela sorri enquanto Kayn prepara-se para deixar o local, já sabendo o que aquilo significa.

Perfeito, bonitinho. Logo te mandarei uma mensagem com as informações, e o produto que deverá entregar chegará até você logo, basta que me diga quando prefere sair.

Ela ergue a mão direita e balança seus dedos para a mercenária, como se desse adeus. A mulher permanece sentada no balcão, observando a garota ao longe enquanto continua tomando seu drink, até que a mesma seja perdida de vista ao deixar o estabelecimento.

O que Dália encontra ao sair do bar é um começo de noite em Ghouane. Aparentemente, o tempo que passou ali dentro foi maior do que ela jamais esperaria. As luzes dos estabelecimentos, com a escuridão da noite, já começam a brilhar mais do que nunca, o que realça a beleza "exótica" do lugar, e também parece aumentar o movimento da mesma. A garota, tendo vivido grande parte de sua vida ali, sabe que há alguns hotéis espalhados por ali, onde ela poderia aproveitar para passar a noite e fazer os planejamentos de sua missão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Ter Dez 18, 2018 7:46 pm

A vista lhe era bastante conhecida, já que havia crescido não tão distante daquela região, porém na periferia. Quando foi "adotada" por Lotor passou a conhecer os cantos mais elitistas daquela estação, além de algumas conexões que seriam úteis para ela, já que Dália era a ferramenta mais confiável de Lotor.

Particularmente, não confiava em Lotor. Havia passado tempo suficiente com ele para perceber que a raposa era duas caras e oportunista, e provavelmente a abandonaria assim que não fosse mais útil para ele. Mas, por outro lado, era vantajoso conviver com ele, e até mesmo divertido.

Não o via como um pai, talvez algo mais como um tiozão que só aparece no natal para fazer piadas ruins e comentários que ninguém pediu.

Era como se a relação de dois estivesse construída sobre um pretexto de intimidade inexistente, especialmente por que Lotor não parecia ser completamente sincero em suas relações.

Já no seu segundo cigarro, encarou um enorme e reluzente letreiro, reconhecendo o hotel que costumava ficar sempre que retornava para Ghouane. Era insistência de Lotor que ela ficasse ali, apesar de não entender exatamente o por que, provavelmente pois ele saberia por onde ela passou ou onde ela está.

Lotor parecia sempre ter uma ideia do paradeiro de Dália, mas, por outro lado, a mulher quase nunca sabia onde a raposa estava.

Depois de pegar a chave de um dos quartos, deitou-se na cama, mandando uma mensagem para Kylle.

- Assim que a encomenda chegar eu vou. Prefiro terminar isso o mais brevemente possível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Qui Dez 20, 2018 7:25 pm

O quarto cuja chave foi recebida por Kayn é bonito e espaçoso, apesar de um pouco simples. Ele é claramente limpo e bem cuidado, com uma cama de casal ao centro. Esta, leva uma roupa de cama azul cintilante. O cômodo é arejado, contando também com uma porta de vidro que leva a uma pequena sacada com uma vista privilegiada da parte bonita da estação espacial. Há também uma outra porta, que leva a um banheiro de tamanho suficiente para Dália. A mensagem enviada para Kylle é rapidamente recebida, mas a resposta demora alguns minutos para chegar.

"A encomenda deve chegar pela manhã, não se preocupe. Mais informações novas chegarão também. Me mande sua localização assim que possível, tá? Descanse, querido. Beijos."

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A luz do sol adentra o quarto na manhã que se segue, tocando os olhos de Dália e fazendo com que ela enfim se desperte. É um dia ensolarado, e o céu já está muito claro lá fora, estando provavelmente em torno das 10 horas. Por incrível que pareça, esse é o único período do dia em que Ghouane parece enfim descansar, é quando o movimento da cidade torna-se quase nulo.

Enquanto se adapta à luz, Kayn pode ouvir um bipe, emitida pelo interfone tecnológico instalado ao lado da porta que leva aos corredores do hotel novamente. Uma luz roxa, também emitida por ele, pisca, acompanhando os bipes. Está recebendo uma chamada e, provavelmente, para avisar que a tal encomenda enfim chegou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Sex Dez 21, 2018 7:27 pm

Havia se jogado na cama assim que chegou no quarto, esticando o corpo no edredom enquanto puxava o janela para tampar a luz das placas de néon que perduravam pela noite.

Enquanto buscava pelo contato de Lotor, havia recebido uma mensagem, provavelmente de Kylle, mas  apenas ignorou por alguns segundos enquanto deslizavam os dedos pela lista de contatos, finalmente chegando até Lotor.

Ignorando todas as mensagens não lidas dele - afinal, a maioria era porcaria e spam, já que a raposa vivia tão entediada que compartilhava correntes de maneira irônica -, digitou um breve "Estou em Ghouane" e foi ver a notificação do número desconhecido. Logo que deixou o chat de Lotor, percebeu a janela deve abrir no topo do celular com uma "preview" da mensagem que acabara de enviar, e dizia:

"Yep, eu sei >o< ewe"

Apenas deslizou aquela janela para a notificação sair da tela do celular e foi ver a mensagem do número desconhecido. Provavelmente era Kylle, dado o contexto. Marcou sua localização em um aplicativo de mapas e enviou para ela, mostrando as coordenadas.

Depois de um longo e relaxante banho, deixou o banheiro com os cabelos molhados e apenas trajando uma calcinha, retirando apenas o excesso de água e deitando de bruços na cama, arremessando a toalha encharcada para longe.

Fora acordada pelo Bipe. Esfregou os olhos e fez uma careta enquanto se levantava, colocando um vestido fino e curto enquanto atendia a chamada. Costumava ser seu pijama, mas Dália preferia dormir quase nua.

 - Hum, certo, já estou descendo. Só um momento.

Depois de vestir o terno por cima do vestidinho e se arrumar de maneira decente - o que consistia em apenas realizar os atos básicos de higiene -, deixou o quarto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Sab Dez 22, 2018 6:28 pm

O hotel parece tão parado quanto Ghouane toda neste horário morto, as pessoas devem ceder ao cansaço em algum momento, não? Ainda assim, os funcionários do hotel parecem tão agitados quanto sempre. Ela desce até a portaria onde pegou a chave no dia anterior de elevador, onde lhe foi indicado que a tal encomenda estaria.

Chegando lá, alguém com uma armadura completa olha em volta por alguns segundos, e após enviar uma breve mensagem em seu dispositivo, lhe entrega uma caixa média muito bem lacrada.

— Tome cuidado, não estrague tudo. — Diz uma voz feminina, disfarçando. Imediatamente após a caixa ser apanhada, ela parte sem olhar para trás.

Assim que recebe a caixa, o technophone de Kayn vibra em seu bolso e indica que uma mensagem nova foi recebida. Nela, está anexado a localização exata do local onde deveria ir através de mapas reais da Estação Sandra Feliciano. Abaixo disto, há também um pequeno recado de sua contratante.

"Não se esqueça, sem espiar o conteúdo da entrega em situação nenhuma! Estou confiando em você. Beijinhos e boa sorte, querido! Me certificarei que tenha um ótima recompensa se for bem-sucedido."

A missão deveria ser iniciada logo, mas Kayn ainda não tem uma nave nem nenhuma outra forma de chegar até Marte. Se ainda não tivesse uma solução em mente, teria que pensar em uma rápido para cumprir o trabalho no tempo certo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Sab Dez 22, 2018 11:20 pm

Pegou a caixa, portando-a embaixo do braço direito e fazendo uma expressão de "tá, tá, tá, ok, entendi" enquanto a mulher falava.

Quando ela finalmente parou de falar e foi embora que Kayn esqueceu de se perguntar se o que estava lá dentro era frágil ou tinha alguma chance de quebrar.

"Deveriam colocar algum aviso na caixa, jeez". Pensou, levando a caixa até o quarto e fazendo os preparativos.

Enviou apenas uma mensagem para Kylle perguntando se o conteúdo tinha alguma chance de quebrar ou algo do tipo, por que se tivesse, seria mais cuidadosa ao transportá-lo. Logo depois, buscou pelo contato de Lotor e ligou para a raposa.

- Hey, Lotty, poderia me emprestar uma nave e um piloto?

"Uau, quando eu finalmente ouço sua voz, é me pedindo um favor. Que frieza, nem para perguntar como foi meu dia! Para que precisa de uma nave?"

- Preciso entregar uma mercadoria aqui perto, provavelmente um serviço rápido.

"Parece suspeito."

- Para mim também, por isso estou indo.

"A recompensa compensa?"


- Hum, provavelmente?

"Uau, que resposta vaga. Tente não se matar, ao menos, vou mandar alguém te levar."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 24, 2018 1:30 pm

Após a ligação, poucos minutos se passam até que uma nave pequena estacione em uma das pistas de pouso de Ghouane, próximo de onde seu dono arrumou alguns problemas há muitos anos após o companheiro perder o controle de sua nave na época e quase matar dois homens. Assim que isso acontece, desta vez sem problemas no pouso, Kayn recebe enfim uma mensagem no seu celular, vinda de um número desconhecido.


"Fala tu, Dalia. É o seguinte, alguém importante mandou uma nave pra vossa majestade. Eu tava sussinha lá em Nayyez e tive que vir até aqui pra transportar a princesa pra Marte. Se a magnificência não se incomodar, gostaria de ir logo para voltar ao que estava fazendo."

Como sempre, ninguém se trata realmente bem em Ghouane, mas a velocidade que a nave havia chegado era impressionante. Além disso, a julgar pelo pouso e pelas manobras desnecessárias que o piloto fez antes de pousar, era alguém bom nisso. Lotor é realmente influente e cheio de contatos.

"Tome cuidado com o que vai fazer. Pela descrição que me deu, essa missão parece importante."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 24, 2018 1:47 pm

Depois de Lotor passar a coordenada do local, Kayn ficou aguardando o piloto fazer suas manobras discretas e pousar.

"Tomarei", respondeu Lotor antes de adentrar na nave. Os dois sabiam que Kayn não tomaria tanto cuidado assim, já que era uma mulher que gostava dos riscos.

- Não se preocupe, tentarei concluir o mais brevemente possível.

Sentando-se em um banco com a caixa no colo, Dália aguardou o piloto dar partida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Seg Dez 24, 2018 3:34 pm

A nave enviada por Lotor, embora pequena e certamente não sendo a melhor no acervo do Iomarshiano, conta com uma tecnologia bastante atual. Quem a acompanha nessa viagem, é um Huun, raça que já é conhecida por ser bem estranha... e esse é um caso ainda mais especial.

Ele não parece tão jovem embora fale como um, e usa uma roupa especial que possibilita sua respiração fora de seu planeta natal, mas essa por sua vez é bastante exótica e decorada com desenhos estranhos e adesivos. Além disso, o próprio comportamento do ser é engraçado uma vez que ele constantemente fala gírias desnecessárias, senta-se como um aluno rebelde e descolado e sua nave está cheia de decorações e posters totalmente bregas. É um tiozão personificado.

— Coloca aí o cinto, "meu"! Se eu tomar uma multa cês que vão pagar e a viagem não é tão curtinha não. "Firmou"? "Capisce"? "Morô"? Então tá suave. Tranquilex. Tchutchu no bilu.

Assim que a garota se acomoda no banco, ele não tarda a decolar a nave, claramente com pressa para voltar a fazer seja lá o que em Nayvez. Mas não sem antes oferecer um balde com guloseimas de aparência duvidosa, quase que ao mesmo tempo que Kayn recebe uma mensagem de IP desconhecido.

"Fiquei sabendo que está partindo, ótimo! Agora darei mais detalhes sobre o trabalho. Você encontrará um comprador no uniforme da Aliança, e deverá cobrar dele seis mil créditos. É o preço do produto."



Última edição por SIDA em Ter Dez 25, 2018 7:42 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Charlotte

Charlotte

Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2018

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Ter Dez 25, 2018 7:41 pm

Tentou nem ficar encarando muito o piloto, tampouco a nave. Trajou sua "poker face" de sempre para não desencadear qualquer relação hostil. Colocando o cinto de segurança e cuidadosamente posicionando a caixa entre as pernas e o banco, aguardando com que o excêntrico camarada dessa partida.

- Obrigada, e me desculpe por te tirar da rotina com esse pedido. Tentarei ser o mais breve possível. - Falou de maneira cortês, sem muitos artifícios.

Recebendo a mensagem de Kylle - provavelmente dela, ao menos - no celular, apenas enviou um "Entendido." e guardou o celular novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   Qua Dez 26, 2018 7:11 pm

A viagem foi curta, sem dúvidas. Apesar da nave ter um formato esquisito e uma decoração ainda mais bizarra, a "Caranga Envenenada", como está escrito na lateral do veículo, é muito bem pilotada por seu excêntrico piloto. Ao menos isso foi conveniente após Dália ser submetida a um espaço tão pequeno e um cheiro de peixe tão forte.

Bom, a gente tá na órbita de Marte. Sério, eu não sei pra que diabos você quer se enfiar aí, mas eu nunca questiono o que vocês do Lotor querem fazer. Pessoal muito doido, deuses que me livrem. Mas aí boyzinho, eu vou te esperar no porto porque tenho ordens pra te levar de volta também.

Marte escreveu:
Marte foi explorado através de várias expedições robóticas por quase um século antes de as primeiras estações de pesquisa tripuladas terem sido colocadas na década de 2080. O primeiro assentamento permanente em Marte foi Lowell City, fundado em 2103 pela Agência Espacial Européia e baseado em Eos Chasma. Em uma década, tanto os EUA quanto a China fundaram assentamentos permanentes também.

Atualmente, cem anos após o início da colonização, a atmosfera vem ainda se modificando. Muitas plantações já são assentadas em estufas e uma relevante parcela da população da Terra já tem lugar em Marte dentro dos globos de suporte de vida.

Habitat 21 escreveu:
Essa estação é a principal região de processamento de recursos e assentamento de civis em Marte e surgiu a partir da vigésima primeira tentativa de colonizar o planeta. Seu nome foi dado a partir da astronauta que tornou tudo possível: uma brasileira chamada Sandra Feliciano.

Dividido em dois grandes territórios - o destinado aos recursos e um a moradias - essa capital é o centro mais visitado do planeta principalmente por espaçonaves de exportação que levam seus recursos para os outros planetas.

Assim que a nave pousa, novamente com perfeição, todas as luzes da Caranga Envenenada se apagam. Como uma criatura aquática, o carismático Huun prefere sempre um ambiente escuro e confortável para aguardar o retorno de sua passageira.

Eu vou perá aqui mas, por favor, não demora muito não. Daqui a pouco vem uns maluco doido da sua raça me zuar, tá ligado? E eu num curto alien não, morô? Firmeza total. Ah, vou te passar meu número se quiser "trocar uma ideia". Meu nome é Tata pra você colocar nos contatinho.

Ainda dentro da nave, Dália poderia ter uma noção de seu primeiro obstáculo: uma espécie de alfândega logo na entrada do hangar aonde está. Marte é uma colônia oficialmente humana e há um limite de recursos a serem exportados, e logo uma guarda montada está sempre ali para verificar o que entra e sai do planeta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aurora Boreal - Kayn   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aurora Boreal - Kayn
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Era Cinzenta :: Zona RPG :: Campanhas livres-
Ir para: