Um fórum de RPG interpretativo com tema futurista, livre para quem se interessar e que utiliza de um sistema simples para que qualquer jogador possa entender.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Buraco negro - Vumihe Boik

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8 ... 14  Seguinte
AutorMensagem
Ariete

Ariete

Mensagens : 170
Data de inscrição : 19/08/2018

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 1:04 am

Mora sorri com tristeza por não conseguir dizer mais nada a Heylel, mas sente-se feliz de ser ao menos um pouco útil a ele. Ela acena positivamente com a cabeça ao comando do companheiro para permitir que a nave passe. Se vira, e utiliza o painel de HUD atrás de si para dar a autorização da saída da nave onde Wilhelm está.

Assim que finaliza a tarefa, sua atenção é chamada mais uma vez para Bryphis, e ela volta-se para ele mais uma vez. Ela sorri para ele mais uma vez, buscando passar tranquilidade e confiança. Depois de todo o ataque contra a nave e com tudo o que passou, ela acha melhor dispensar a ajuda. Gosta de cuidar de todos, afinal, e não é de seu feitio cobrar tanto esforço dos companheiros.

— Descanse. — A voz robótica repete, enquanto a mulher balança as suas mãos na frente do corpo como se negasse a oferta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cody 01

Cody 01

Mensagens : 75
Data de inscrição : 14/12/2018

Database
HP:
21/21  (21/21)
EP:
5/5  (5/5)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 10:26 am

*Dando ouvidos a Sirius, Cody seguia olhando para Llyani e quando abordado sobre a questão envolvendo seu criador e questões sobre fraqueza e força, ser ou não capaz de ser um soldado, acabou rindo bem de leve demonstrando empatia com aquele caso*

-Eu mesmo sendo um robô sou bem mais fraco do que deveria, derrubei você e sua amiga usando minha cabeça e não minhas ligas metálicas, músculos né, se você não tem força física, compense na mental, se não tem mental, compense na física, se tem as duas você é hacker, se não tem nenhuma aprimore uma das duas e você, pela sua cara, parece ser inteligente, então use isso a seu favor, afinal, nações e causas são guiadas pelo intelecto, seja ele agressivo ou compassivo.
*Naquele momento se lembrou dos dois extremos da Reconquista tendo Ghil e Z'entrax em cada lado, o pacificador e o guerreador, compassivo e agressivo, era irônico ter dois exemplos tão claros e próximos de si figurativamente falando*

-Sobre meu criador, ele quis me destruir logo depois de ter me criado.
*O clima pareceu pesar para Cody que embora fosse sintético demonstrava bastante seu clima no momento, havia ficado tenso, as lembranças que tinha sobre seu Criador embora fossem poucas eram ruins o suficiente*

-Eu sou apenas um protótipo... Meu mestre atual que salvou minha vida e por isso sou grato a ele. *Um novo riso simples agora demonstrando alivio e gratidão, sem duvida alguma devia sua vida aquele Kroyvisiano e por isso seguia suas ordens mesmo sendo contra por mais que nunca tenha sido obrigado a nada*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 10:37 am

*Como imaginou, Mora queria que ele descanse e deixava isso bem claro já que era a segunda? Segunda vez que o dizia aquilo, então ofereceu a ela apenas um sorriso morno e fez carinho no topo de sua cabeça para tentar anima-la um pouco quebrando aquela ligeira tristeza que se mostrou a pouco*

-Então estou indo pra casa, só que... Aquele garoto, Wilhelm, ele é uma criança e provavelmente uma criança idiota, sugiro que enviem naves para segui-lo, porque caso ele volte com companhia indesejada vocês interceptem ela antes de chegarem aqui nos expondo, aqui, fique com isso, vai se ajudar. *Pegou no braço livre dela e deixou ali seu bracelete que estava conectado a ENE que estava conectada ao visor de Wilhelm, agora Mora poderia saber onde o garoto estava e o que diabos estava fazendo, vendo e ouvindo, pois sim, já que Heylel não podia manter a supervisão, deixaria isso com alguém de confiança*

-Vou descansar e voltar o mais rápido possível para ajudar no que for preciso, muito obrigado, mesmo, de verdade. *Olhou então para o lado já notando que seu mordomo robótico havia o enviado a moto que seguiu ali no piloto automático. Com tudo pronto, ele subiu no veiculo e seguiu o dirigindo para sua casa onde poderia resolver seus assuntos particulares e enfim descansar*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 12:35 pm

Sirus comove-se com a história de Cody, tocando o ombro de seu talvez mais novo amigo para mostrar-lhe compaixão. Afinal, parece que o androide realmente lhe compreende e que são realmente parecidos no final das contas. No fundo, deseja também ter um companheiro como ele. Mais tranquilo, o recruta começa a sentir o cansaço de toda a agitação das últimas horas chegar. Seu rosto está abatido e os olhos estão mais profundos.

— Isso é horrível. Seu mestre fez uma ótima escolha, Cody. Eu vou tentar achar o meu lugar, sabe... É claro, quando eu souber o que será feito de mim. — Ele continua abalado, mas já começa a se conformar. — Então... Sei que você é um androide e não dorme, e que eu sou um inimigo. Mas eu poderia, sabe... Descansar um pouco, talvez? Pode ser em uma cadeira, sem problemas. — O garoto se envergonha, mas força-se a pedir aquilo por necessidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 12:57 pm

Mora consente com a cabeça, acionando mais alguns comandos no painel para enviar uma nave apenas para seguir o garoto durante seu percurso até Gradopolis e também durante a volta para o quartel, com dois soldados da Reconquista bem preparados. Não pode enviar mais ninguém, já que devido aos problemas recentes todos ali estão ocupados com alguma coisa diretamente ligada ao ataque.

Ela apenas sorri diante dos agradecimentos, feliz por ter ajudado mais alguém neste dia fatídico para a Reconquista. Apesar de seus pequenos atos, a loira sente-se imensamente grata por poder ajudar aos outros e servir a um propósito maior.

— Se cuide, Bryphis. — A voz robótica se despede, enquanto o companheiro sobe na moto para seguir até a sua casa e descansar, como lhe foi recomendado.

Heylel não tarda a chegar em sua casa. No caminho, pode perceber que tudo ali anda muito agitado, e as pessoas não parecem nem perto de parar. O ataque da Aliança contra a nave mãe foi realmente avassalador em todos os sentidos, e todos ainda teriam muito trabalho pela frente. Além disso, circulam notícias por ali de que durante uma das buscas na caça, uma insígnia foi encontrada em uma das paredes da garagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Cody 01

Cody 01

Mensagens : 75
Data de inscrição : 14/12/2018

Database
HP:
21/21  (21/21)
EP:
5/5  (5/5)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 1:12 pm

*Ter seu ombro tocado daquela forma o trouxe ainda mais conforto, parecia que sem duvida alguma sua amizade com aquele inimigo em potencial estava evoluindo muito bem e isso era bastante bom, afinal, era um reforço argumentativo em futuras discussões morais com Heylel*

-Isso estará nas mãos do conselho, não sendo o dos cavaleiros virtuosos você ficará bem... Vivo pelo menos. *Gargalhou para descontrair, até deu um tapa no ombro de Sirius para aliviar um pouco aquela tensão, por mais que não fosse muito... Certo*

-Você só será inimigo quando quiser machucar minha família, do contrário, você é parte dela Sirius, acho que com tudo até agora, já posso considera-lo um irmão... Tudo que é meu... *Fechou o punho frente o peito e depois abriu o palmo em direção daquele rapaz, o dito gesto da Reconquista*

-É seu também, esse é um cumprimento do nosso grupo, nossa família.
*Se levantou de onde estava e abriu um pequeno compartimento em seu antebraço onde passou a digitar algumas coisas e quando terminou fechou aquela tampa e passou a caminhar para sair dali*

-Vamos, já chamei sua carona, hoje você dorme em casa, ta precisando de um banho, roupas novas e comida quentinha, vou te deixar no ponto de extração e meu irmão caçula vai te levar para lá, ok? O pessoal ainda está tenso, cuidando uns dos outros e preocupados com o Comandante, não vai ser tão logo que seu caso será julgado então o melhor é descansar bem, bora lá. *Acompanhou o rapaz até o lado de fora onde o mesmo robô mordomo estava esperando com o mesmo veiculo de antes que levou Miyano e Maya para a casa do albino, ali Cody sinalizou que Sirius estava seguro em acompanhar o androide maior que estranhamente estava usando um avental rosa e quando questionado sobre o porque, ele apenas explicou que fez aquilo achando que Heylel iria se sentir melhor dada a falta da mãe, só que não deu muito certo, inclusive, tinha esquecido que ainda estava de avental então iria retirar em casa depois de prestar todo o auxilio aquele soldado da Aliança. Cody voltou para seu banquinho para seguir acompanhando Llyani até o momento que ela acordasse*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 1:35 pm

*Observando tudo o que ocorria com atenção mesmo montado em sua moto, o Kroyvisiano não parava e ao chegar em casa era recebido pelo irmão mais novo de seu familiar, este que usava um avental rosa e por isso o albino ficava com a tipica cara de c* olhando então seu braço e se lembrando que deixou com Mora, pois bem, não tinha como ser comunicado já que seus dois comunicadores, o particular e o da armadura estavam agora com donos distintos, parabéns Heylel*

-Miyano e Maya, elas estão bem? E... O que diabos é isso?
*Apontou pra vestimenta do "colosso" que unia as mãos visivelmente muito bem humorado, apesar do tamanho e porte esmagador ele era tão dócil quanto seu irmão mais velho*

-Sim, dormem como pequenos anjos, e bom, na ausência da senhora sua mãe, achei que o senhor gostaria de uma presença mais feminina na casa para suprir a falta, foi ideia dela também inclusive!
*Os olhos vermelhos foram dos pés a cabeça daquele familiar que tinha no minimo uns 3 metros de altura, bombado, com um puto bigodão metálico e de avental rosa... Sem duvida alguma sua mãe era uma pessoa bem excêntrica*

-... Tira esse treco, vai assustar as crianças, com licença... *Seguiu para entrar na residencia depois de ter espaço aberto pelo maior a sua frente. Agora lá dentro ele passava a mão em seu rosto demonstrando toda sua fadiga, teria que fazer tudo como tomar banho, comer alguma coisa e ir deitar, e claro, trocar os próprios curativos, chegou a suspirar só de pensar em tudo isso*

-Senhor, o irmãozão solicitou carona, parece que teremos visita, masculina. *O rebelde olhou por cima do ombro querendo muito, mas muito mesmo acreditar que aquela visita não era aquele inimigo que tinha sido capturado, é, tinha que evitar confrontos, o rapaz seria julgado pelo conselho e não restava mais a ele fazer nada, sua missão já tinha finalizado embora membro da Aliança bom era membro da Aliança morto*

-Pode ir busca-lo, estarei dormindo quando chegar. *O androide bateu continência e seguiu para o carro para ir em busca de Sirius, sim, isso ocorre tudo antes do turno do Cody porque o animal do Belz turnou um antes do outro cagando a ordem cronológica dos fatos. Depois que o Familiar foi embora, Heylel seguiu para tomar banho, trocar as ataduras, comer algo e então ir deitar se dispondo a depois de seu descanso pesquisar e entender melhor sobre aquela tal insignia, se ela pertencia ao Starcaller ou qualquer outra coisa*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 6:23 pm

A base habitável de Vumihe Boik é uma estrutura pequena, e metade dela é subterrânea. Isso porque não possui muitos moradores e não pode ser encontrada pelos satélites Kroyvisianos, uma vez que essa raça segue uma filosofia progressista muito parecida com aquela que fundou a Aliança em primeiro lugar, e isso faz com que hajam poucos membros dessa raça que são de fato apoiadores da causa rebelde. Os poucos que simpatizam com essa são geralmente pobres que trabalham para sustentar a vida dos burocratas que habitam as ilhas centrais do planeta.

Por estar em um ambiente totalmente fechado em um astro sem atmosfera, as pessoas acordam quando dormem hora suficiente, visto que não há nenhuma noção de horário ou período do dia. Por conta disso, independente do horário que você deixa sua habitação, os corredores parecem sempre ter a mesma quantidade de pessoas.

A primeira coisa que os personagens vêem quando acordam é uma notificação em seus technophones, ou qualquer outro aparelho com ligação a Ariete que tenham. Num canal privado, exclusivo de Vumihe Boik, uma mensagem foi postada algumas horas após a chegada da nave-mãe.

"Estava vasculhando a garagem da nave-mãe ontem e achei essa merda aqui jogada. É de alguém?"

Spoiler:
 

A postagem conta com vários comentários, mas nenhum deles é útil.

  • "Foda parça. Sabe o que mais perdemos? Nosso comandante e nossa moral. Que tal procurarmos por isso ao invés de sair catando lixo do chão?"
  • "Se não for de ninguém é meu."
  • "Manda PM com o preço."


Miyano, ao ver a imagem, perde completamente o foco nos arredores. Uma intensa dor de cabeça o afeta, e lentamente seus sentidos vão sendo perdidos. Sua audição é a primeira a ficar imprecisa, ao mesmo passo que sua visão torna-se turva e seu tato já não sente mais nada. É agonizante, e subitamente uma sequência de flashes estranhos se passam em sua cabeça. O garoto sente-se incapaz de conter a sensação terrível sozinho, e uma imagem cada vez mais clara começa a formar-se em sua mente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Miyano

Miyano

Mensagens : 129
Data de inscrição : 17/11/2018

Database
HP:
20/20  (20/20)
EP:
8/8  (8/8)
EXP:
200/300  (200/300)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 6:48 pm

Havia acordado com a notificação de Ariete, esfregando os olhos para despertar enquanto resistir à tela excessivamente luminosa do aparelho. Quando sua visão focou para ler a mensagem, sentiu-se enfraquecer. Uma enorme dor invadiu sua cabeça, enquanto todos os sentidos começaram a falhar, como se estivesse prestes a desmaiar.

Estava tentando resistir enquanto procurava pelo contato de Heylel, já marcado como um contato de emergência para ser o primeiro a aparecer na lista - e logo abaixo dele havia o canto de Melroa, no qual o Miya não teve coragem de apagar.

Com muita dificuldade, foi apenas capaz de dizer um fraco e ofegante "me ajude", e seus sentidos não funcionavam o suficiente para que ele encerrasse a ligação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 7:30 pm


É como se a mente de Miyano deixasse momentaneamente o corpo e viajasse para outro lugar. Enquanto o garoto observa os arredores mudarem e sua visão ser tomada por um escuro absoluto, ele se sente completamente vazio de sentidos. São poucos segundos que parecem horas de tortura, como se seu corpo se tornasse uma casca oca.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Connor, pegue o microscópio por favor. Preciso saber os componentes disso aqui. — Diz uma voz doce e familiar, enquanto alguns borrões de imagem começam a se formar. Embora a fala seja clara, o som ainda parece abafado.

Já disse que não vai encontrar nada de interessante, eu já fiz o teste de Inob e deu negativo. — Responde uma voz terna, que traz uma sensação profunda de segurança ao pequeno garoto.

O ambiente ao redor enfim se molda: é um laboratório. Nas paredes, máquinas bem projetadas movem as plataformas e preparam algumas soluções, enquanto que dois cientistas que compartilham o mesmo anel no dedo esquerdo realizam experimentos em alguns componentes tecnológicos. Tudo está lá para Miyano: o cheiro das misturas, o calor das luzes e a sensação de que está em casa.

Você já me disse, querido, e eu quero fazer mesmo assim. Por favor, vá ver se Maya está bem. Aquela garota está sempre dormindo!

Relutante, o homem se vira. Os dois estavam antes de frente para o pequeno garoto, observando-o enquanto trabalham para se certificar de que ele estava bem. Quando seu pai se vira, porém, um símbolo é revelado nas costas de seu avental. Isso é tudo que o pequeno rapaz vê antes de sua visão escurecer novamente e, em um instante, ele está de volta em Vumihe Boik.


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Miyano

Miyano

Mensagens : 129
Data de inscrição : 17/11/2018

Database
HP:
20/20  (20/20)
EP:
8/8  (8/8)
EXP:
200/300  (200/300)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 8:01 pm

Uma dor aguda e incessante parecia destruir a criança, até que, em dado momento no qual nem mesmo a criança pôde discernir quando, simplesmente sumiu.

A visão da garota estava embaçada, como se sua visão se limitasse a algo mantido somente pela memória. Qualquer detalhe que tentasse olhar fora daquela recordação se tornava apenas uma imagem branca, vazia.

Sentia-se sonolento e tonto, enquanto um sentimento de nostalgia fazia seu coração estremecer. Ali estavam seus pais.

Tentou interagir, mas nenhuma voz ou movimento mecânico respondia. Simplesmente era um expectador, e isso deixava a criança ansiosa. Queria correr e tocar seus pais para certificar se estavam mesmo ali, por mais que soubesse que não, não estavam.

O laboratório tinha uma temperatura um pouco baixa demais para conservar alguns espécimes biológicos que a mãe colecionava. Akemi sempre teve a mania de colecionar coisas estranhas e nojentas, e Maya parecia compartilhar desse gosto excêntrico.

O laboratório era um local frio, mas naquele momento Miya sentia uma sensação quente de conforto, por mais que fosse por causa da temperatura daquele laboratório que seu pai lhe presenteara com um cobertor, já que o menino era curioso e gostava de ficar ao lado dos pais. E como era quieto o suficiente, o casal não se importava que a criança assistisse.

Quando seu pai se virou para buscar o paradeiro de Maya, o garoto reconheceu o símbolo de imediato, sendo novamente preenchido pela dor de cabeça e insensibilidade dos demais sentidos, como se fosse jogado em um buraco negro enquanto o laboratório desaparecia junto a seus pais.

E novamente a criança estava naquele local triste e cheio de concreto, longe dos pais.

Trêmulo, encarou a imagem de Ariete novamente.

"É o mesmo símbolo!", exclamou nervosamente em pensamento.

Queria vomitar e sua cabeça ainda doía.

Ainda sentia-se fraco e lerdo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 9:23 pm

*Dormindo pesadamente dado seu cansaço, o que não era normal pois por ser procurado ele sempre estava atento a tudo, Heylel foi despertado pelo mordo robótico que mostrava para ele uma mensagem esquisita sobre algo que o albino não reconhecia nem de longe, logo, não o importava nem um pouco e poderia muito bem voltar a dormir, bem, isso se não tivesse uma divida a pagar com Mora*

-...? *De Cody se repassou para aquele aparelho móvel, mais precisamente a mensagem que era para o próprio Heylel de Miyano onde já sabia onde estava. Se levantou sem protesto e com certa emergencia e seguiu até o quarto das crianças sem nem mesmo se vestir, estava usando apenas calça e o superior do seu corpo estava cheio de faixas, não cobriam o todo, mas boa parte*

-Miyano! *Entrou no quarto e tudo parecia bem, sem arrombamentos ou nada do tipo, confiava que o Familiar de sua mãe cuidava bem da casa e sem duvida era o que ocorria, entretanto, isso não aliviou muito a preocupação do albino que seguiu até aquela menina tirando o aparelho que ela tinha de sua mão e usando sua mão livre para faze-la se sentar*

-Miyano, você está bem? Aconteceu alguma coisa? *Colocou o aparelho no colo da menor e agora com o palmo livre pode verificar se ela tinha febre ou algo do tipo para começar os primeiros-socorros se necessário, será que ela tinha passado mal? Não saberia, não tinha experiencia medica e tão pouco com crianças, Melroa fazia falta nesses momentos*

-Senhor, está tudo bem? Posso ajudar em algo? E o nosso visitante? *Esperando as reações de Miyano, Heylel não tirava os olhos da menina e por isso falava com a maquina sem nem mesmo desviar o olhar, sua atenção era quase que totalmente na garotinha*

-Acorde-o e sirva a ele o café da manhã, prepare algo pras crianças também. *Com apenas um "sim senhor", o empregado seguiu até o quarto onde estava Sirius para poder acorda-lo com certa cautela pois não sabia se o mesmo estaria tão disposto a acordar tão "cedo"*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miyano

Miyano

Mensagens : 129
Data de inscrição : 17/11/2018

Database
HP:
20/20  (20/20)
EP:
8/8  (8/8)
EXP:
200/300  (200/300)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 9:40 pm

Mesmo tendo o aparelho retirado de sua mão, Miya ainda encarou a imagem na tela por longos segundos, finalmente desviando o olhar e tentando recuperar a compostura.

O que havia sido aquela reação? Não sabia, por isso preferiu não falar sobre com Heylel. Apenas tentou se acalmar e sorriu para Heylel:

- Eu tive um pesadelo, não foi nada. - Engoliu a saliva, apontando ainda um pouco trêmulo para o dispositivo que agora estava nas mãos de Heylel. - De qualquer forma, sabe algo sobre esse símbolo? Parece que encontraram agora a pouco...

Aqueles últimos dias estavam sendo especialmente mais turbulentos para Miya. Um ataque terrorista, o fato de ter matado seis homens, o sumiço de Melroa e agora... algo que provavelmente está relacionado a seus pais. Não havia tido tempo algum para pensar sobre tudo o que havia acontecido, mas provavelmente era melhor assim. Se tivesse que parar e refletir sobre o que o humano havia dito, provavelmente se sentiria culpado demais para prosseguir.

- Ah, acho que ficarei melhor depois que comer algo... Está tudo bem, foi só um sonho ruim. - E sorriu de maneira dócil para Heylel, apesar de ainda parecer estar um pouco perturbado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 10:16 pm

*Sendo um combatente de longa data, Heylel conseguia perceber certos detalhes como o de Miyano olhando para a tela daquele aparelho com certo fascínio esquisito. Percebendo que a criança não tinha febre, abaixou a mão e voltou a pegar aquele aparato para olhar melhor aquele simbolo tentando identifica-lo, mas sem sucesso, nunca havia o visto na vida, nem sequer uma unica menção*

-Infelizmente não, antes de deitar eu tinha escutado sobre ele nas ruas, essa insignia, parece que estão procurando seu dono. *Mandou então a mensagem naquele servidor -ou seja lá o que diabos fosse- se identificando como Heylel Fahrenheit e que aquele pequeno item era seu e que caso quisessem deixar com Mora para ele buscar depois, seria uma boa ideia*

-Vou buscar saber mais sobre ele, ok? Pesadelos então... Ok, vai ficar tudo bem, ok? Acho que a mesa já deve estar pronta. *Devolveu o aparelho para Miyano segurar e o pegou no colo como se fosse um nenem mesmo o balançando bem de leve e fazendo um barulho peculiar com a boca, algo tipico de pais que tentam acalmar seus filhos e foi caminhando até fora do quarto dando uma ultima olhada em Maya que como sempre estava dormindo*

-Me pergunto de onde vem tanto sono dela... *Fechou então a porta para mante-la em devida segurança e seguiu até a mesa onde está sendo servido o café e ali estavam Sirius e C-06 com o robô apenas assistindo o outro se servir sem dizer uma unica palavra, era como se fosse um vigia total*

-Bom dia. *O clima ali era um pouco tenso para Heylel já que estava na mesma mesa que alguém da Aliança, e pra piorar em sua própria casa, ou seja, estava dividindo o teto com um inimigo, só que levando em consideração a traição de Melroa, isso era o de menos. Sentou Miyano em uma cadeira alta própria para ele já tendo sigo pega antecipadamente pelo mordomo-robô e logo após se sentou ao lado da menina buscando não encarar Sirius para não gerar um desconforto ainda maior*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miyano

Miyano

Mensagens : 129
Data de inscrição : 17/11/2018

Database
HP:
20/20  (20/20)
EP:
8/8  (8/8)
EXP:
200/300  (200/300)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 10:25 pm

Miyano tentou não pensar mais naquilo por enquanto. Esperaria informações de Heylel depois que ele pegasse o símbolo. Havia uma chance daquilo ser uma isca para atrair qualquer aliado que reconhecesse o símbolo, mas esperava que não, caso contrário, Miyano havia acabado de fazer com que Heylel caísse em uma armadilha.

Inflou as bochechas quando foi colocado na cadeira para crianças.

- Eu consigo comer em uma cadeira normal! Jeez.

Mas acabou ficando por lá mesmo, balançando as perninhas enquanto esperava o café da manhã ser servido, e timidamente encarando a visita desconhecida, como que querendo questionar mas não tendo coragem, apenas o encarava e, quando ele olhava de volta, a criança desviava o olhar e fingia estar distraída com outra coisa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Ter Dez 18, 2018 10:35 pm

*C-06 deu falta da outra menininha, só que percebendo o clima que estava aquela mesa não quis se atrever a perguntar nada, apenas seguia ali servindo o café da manhã para cada um naquele silencio imenso que era quase que devidamente atormentador, quem diria que o clima seria tão tenso logo pela manhã, afinal, Sirius sabia da fama de Heylel, que tal havia matado muitos de seus companheiros e Heylel por sua vez sabia que Sirius era da Aliança, sem o C-01 ali era realmente difícil manter as coisas leves*

-Cuhum, bem, eu imagino que a senhorita Llyani deve ter melhorado, será que eles tem previsão de alta? *O Kroyvisiano apenas seguiu comendo sem dar nenhum único pio sobre o assunto, pegando então apenas uma torrada, passando manteiga e levando a boca para comer, acabou por não oferecer assistência a Miyano, já a considerava mocinha a ponto de se virar naquela atividade tão simples*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Qua Dez 19, 2018 11:43 pm

Tudo estava tolerável para Sirus até este avistar Heylel. Um misto de horror e desconforte atravessa seu corpo, combinando-se com a inexplicável vontade matinal de ir ao banheiro (coisa que ele ainda não havia feito por não querer cagar onde um réptil já cagou). Isso tudo só o deixou com mais dor de barriga ainda, enquanto que sua única vontade é voltar para casa e tomar seu suquinho como todo crianção

— Olá senhor. B-Be-Belo cafofo o seu... — Ele gagueja, buscando conquistar alguma empatia de seu improvável anfitrião. — Sabe, aqueles caras da Aliança não tão com nada mesmo. Eu acho você bem mais descolado.

Enquanto Sirus é extremamente ruim com as palavras, é visível que ele jamais seria capaz de causar mal a uma mosca. O garoto definitivamente está no ramo errado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Qui Dez 20, 2018 9:43 am

*Comendo ali sem dizer uma unica palavra, Heylel ao ouvir Sirius apenas o encarou com visível irritabilidade como se fosse mata-lo ali mesmo e percebendo isso apesar de ser uma maquina, C-06 decidiu interferir de novo buscando compensar a falta de bom humor ali com a ausencia de seu irmão mais velho C-01*

-Cuhum, ahn, fiquei sabendo pelo meu irmãozão que você é um rapaz inteligente senhor Sirius, quais são suas especialidades? Já que você vai fazer parte da tripulação do jovem mestre seria interessante sabermos. *Serviu então café preto para o albino que apenas fechou seus olhos e bebeu do liquido ainda mantendo o silencio já que não havia muito o que fazer já que aquele garoto da Aliança até então não havia feito nada errado, consequentemente não havia porque dar um tiro nele ou coisa do tipo*

-A proposito, gostaria de uma xícara de café, quem sabe um chá? *Mostrou a chaleira high tech que estava usando para servir o café e nela também havia chá, tudo separado por dentro devidamente, novo mundo, novas tecnologias. Naquele momento o mordomo recebeu uma mensagem*

-Jovem mestre, o senhor Z'entrax solicita seu relatório, ao que parece o senhor está atrasado. *O Kroyvisiano abaixou o copo o batendo de leve na mesa, ao que tudo parecia não adiantou procrastinar o relatório dos últimos acontecimentos, afinal, seu superior acabou o contatando devido sua ausência... Inesperado*

-C-06, leve o garoto da Aliança de volta para Cody, Miya, termine de comer e vá para seu quarto cuidar da sua irmã, por favor, qualquer coisa pode pedir ao C-06, eu em breve estarei com vocês para irmos buscar meu bracelete e aquela insignia, com licença. *Terminou de comer, se levantou e seguiu para sair dali indo para um lugar diferenciado daquela casa, lugar que ficava em seu subsolo e ali o rapaz levou consigo uma especie de disco metálico para fazer o que precisava ser feito*

-Senhor Sirius, está pronto para ir? Deseja mais alguma coisa? E peço desculpas pelo jovem mestre, ele é bastante introvertido, mas eu garanto que vocês vão se tornar bons amigos com o passar do tempo. *Começou a separar a louça de Heylel e algumas outras que não iam mais ser usadas junto a comidas que não seriam mais usadas. Enquanto isso, ficava esperando a resposta de Miyano e principalmente de Sirius*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Qui Dez 20, 2018 6:41 pm

Sirus é o último a se sentar na mesa, esperando o último segundo para fazê-lo. Quando o faz, é transbordando de receio. Ainda que tivesse dormido bem à noite, preferiria até ter o feito no chão para não ter que passar por esse tipo de situação. Sua postura é sempre a mesma: contraído e paralisado no lugar, com medo de fazer algo errado e que despertasse a fúria de seu anfitrião.

— A t-tri-tripulação? Ah, cla-claro! A tripulação. — Ele para pra pensar por alguns instantes, nunca tendo pensado nisso realmente. — Eu não sou muito bom em agir, mas posso ser um bom estrategista. Eu... acho.

Sentindo ainda a forte dor de barriga, ele ainda não se vê em posição de recusar algo. O semblante de Heylel já indica a falta de simpatia pelo recruta, e ele pretende deixar aquela cozinha ainda vivo.

— Um chá apenas, por favor. Se não for incômodo, é claro. — Dispara a última frase, claramente nervoso.

Ele pega também com certo cuidado um pequeno pedaço de bolo, apenas porque seu estômago protesta a falta de comida das últimas 24 horas sem parar. Sua expressão, ainda que rígida por conta de toda a tensão sentida no momento, revela seu alívio quando o albino pede ao androide que o leve até Cody novamente. Ainda é estranho estar no território inimigo, mas Cody é um dos únicos que parece não o odiar aqui.

— Estou sim, é claro. — Ele responde rapidamente, claramente desejando deixar logo esta casa. — Não sei não, C-09. Ele não parece gostar muito de mim, não é? Eu até entendo, mas no fundo eu não fiz nada... — E suspira, já se dirigindo à porta da residência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Heylel

Heylel

Mensagens : 268
Data de inscrição : 18/11/2018

Database
HP:
8/37  (8/37)
EP:
4/13  (4/13)
EXP:
550/600  (550/600)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Sex Dez 21, 2018 10:48 am

*Servindo o chá para a visita, C-06 esperava-a terminar de comer e seguir até a porta para então arrumar a mesa e logo em seguida ir até o outro já ajudando Miyano a sair da cadeira alta, não sabia exatamente se a menininha conseguiria fazer tal tarefa sozinha, afinal, uma coisa era comer, outra coisa era subir e descer daquele banquinho especial*

-Se precisar de algo eu em breve estarei de volta, não se preocupe. *Voltou sua atenção para Sirius e o acompanhou até a saida do local já tendo ideia do que dizer ignorando seu nome ter sido dito errado, afinal, o recruta estava visivelmente nervoso*

-Iremos ver na pratica, e não tema, o jovem mestre inicialmente nunca gosta de ninguém mesmo que sejam membros da Reconquista, tudo a seu tempo. *Indicou para o rapaz para guia-lo até o veiculo, o mesmo usado para irem até ali, algo grande para caber o mordomo robótico que dirigia-se junto a Sirius de volta para onde Cody estava*

*Enquanto tudo ocorria no andar de cima, Bryphis usava o disco metalico que tinha consigo para projetar um cenário totalmente holográfico que parecia de fato um onde o jure que normalmente se encontra em uma bancada mais alta não ficava apenas na frente e sim em todo o redor do albino que tratou-se de se ajoelhar e uma a uma as figuras iam aparecendo totalizando 6 onde 5 usavam a arma sem os elmos sendo a unica exceção o do meio que ficava bem frente a Heylel*

Spoiler:
 

-O conselho dos cavaleiros virtuosos está em sessão. *Disse uma voz sintética que lembrava bastante a de C-06 e C-01 com a notável diferença de soar muito mais nobre e imponente. O lugar estava escuro apenas iluminado pelo cenário holográfico azul claro*

-Cavaleiro Heylel Fahrenheit, relatório. *A voz daquele homem central exala distorção, notavelmente esta não é sua voz verdadeira. Ao receber o comando, o albino respira fundo organizando suas ideias para então iniciar com aquilo dizendo ato por ato, coisa por coisa, virgula a virgula até chegar naquele ponto atual, o que sem duvida alguma tomou bastante tempo já que teve que relatar até mesmo a traição de Melroa e a perda do Comandante Ghil*

-Eu sei que falhei em proteger o Comandante, fui irresponsável e provavelmente se eu tivesse ido pra área onde ele estava em vez de ir ido ajudar a traidora tudo poderia ter sido diferente... Estou disposto a responder pelas medidas cabíveis. *Após ouvirem todo aquele relatório, os "juízes" conversavam entre até determinado momento simplesmente pararem e voltarem seu olhar para o do meio que seguia com suas duas mãos unidas, aparentemente ele era o único que não falava nada, que não agia em prol de nada, sequer esboçava qualquer reação embora todos esperassem sua resposta que foi um mero...*

-E dai? *A resposta áspera de superior fez com que o Kroyvisiano arregala-se seus olhos e abaixasse a cabeça totalmente surpreso, chegou a suar frio... Como assim e dai? Aquilo não era importante? A segurança do Comandante não valia de nada? Antes que pudesse se afundar mais em suas duvidas um dos homens ali, o maior de todos no quesito altura e porte retomava a fala esclarecendo algumas dessas questões*

-Não foi dada a você a missão de protege-lo, o Comandante Ghil faz parte da vertente pacifista da Reconquista ao qual não tem nada a ver com a nossa.
*Seguindo de sua fala, a criança que estava ao seu lado abria o sorriso, apoiava seu cotovelo na mesa e seu rosto no palmo de mesmo lado, parecia estar se divertindo com a situação*

-Todos os trajes possuem filmagens em vídeo e áudio constantes de tudo o que fazemos, então você em nenhum momento, nenhum, se questionou o porque não enviamos auxilio para você mesmo precisando tanto? *Aquele garotinho era debochado e contrapondo com ele quem agora respondia era um jovem de óculos que inclusive os ajeitou com seu dedo indicador antes de falar*

-Não é do nosso interesse auxiliar o lado pacifista da Reconquista pois é interessante que esse lado seja enfraquecido, nesse momento por exemplo os seguidores dessa vertente devem estar se sentindo desamparados, tristes e alguns desses enfurecidos ou meramente a espera de justiça, de um ato que traga o Comandante de volta, o que significa que estarão dispostos a fazer o necessário para concluir isso. *O complemento dos ditos agora vem de outro jovem que parecia ser o mais casual dali por não possuir aparência tão "nobre" quanto os demais, na verdade era bem simples a ponto de ser quase como um ponto fora da curva*

-Assim sendo, com mais pessoas determinadas a fazer de tudo para salvar o Comandante e outros, menos escolha os lideres pacifistas terão em nos ouvir, eles vão ter que liberar nossos recursos que eles mesmos travaram, enfim poderemos mostrar o verdadeiro poder da Reconquista, só que antes disso precisamos do sinal verde dos figurões da Reconquista que são pacifistas.
*Agora era a vez de um senhor falar, um senhor cujo idade já era notável mesmo naquele holograma já que os sinais da idade ficavam bem visíveis como rugas e tudo mais*

-E para garantir esse aval precisamos de material, com a captura do Experimento Alpha nós podemos provar que a Aliança está fazendo armas biológicas de destruição massiva, mas isso não é o suficiente, precisamos de mais conteúdo para deixa-los encurralados, para a resposta ser certeiramente "sim" independente dos receios, logo, é necessário que você descubra ainda mais coisas a nosso favor.
*Enfim com toda aquela "mesa redonda" girando indo um por um, a vez retornava para o principal que erguia suas mãos da mesa as mantendo juntas ficando logo abaixo do queixo*

-O resgate do Comandante Ghil por nossas mãos está fora de questão por hora, temos que esperar os pacifistas tentarem e falharem nisso, Nasod é uma muralha que só pode ser penetrada com força bruta, força que nós possuímos, até lá nossos serviços estão totalmente dispensados, todavia, é de nosso interesse saber o que está por trás da substancia azul usada em você no incidente em Gradopolis. *Ouvindo todos seus superiores, Heylel chegava as conclusões obvias de que os Pacifistas atrapalhavam a verdadeira evolução da facção da qual ele faz parte, então fazia sentido ele não ajudar nessas causas deixando o circo pegar fogo para fortalecer os argumentos dos Cavaleiros de que a força é um mal necessário para alcançarem seu objetivo final de que apesar dos meios, para todos ali era a mesma ambição*

-A substancia azul é desconhecida, ao que parece nem mesmo estudo dos nossos conseguiu decifrar do que ela se trata... *Em seguida da fala de Bryphis, um painel holográfico surgia expondo uma figura peculiar com base em diversos arquivos levantados sobre o mesmo conseguidos através de espionagem, inclusive, os responsáveis por cada informação estavam mencionados naquele quadro*

-Essa figura é um medico da Aliança chamado Renard Queenston ao qual responde pelo titulo de Doutor Q, de acordo com fontes ele descobriu do que se trata essa substancia e está perto de trabalhar em uma cura para ela, sua missão é captura-lo antes que ele ceda mais informações a Aliança, sequestre-o e arranque as informações para nós.
*Heylel então se levantou devagar olhando para todas aquelas informações e percebendo que aquela figura era um ciborgue, começou a entender o porque sua imagem teve que ser conquistada com base em espiões e não em mídia convencional, a Aliança costuma censurar esse tipo de ser buscando evitar possíveis constrangimentos*

-A ultima informação nós revelou que ele está em Gradopolis que após o incidente está sendo muito mais vigiada, será necessário que você seja discreto para entrar e sair dali. *Nesse momento o rebelde se questionava o como faria isso, o como entrar e sair de um planeta bastante vigiado tendo uma placa de neon imaginaria gigante apontando sempre pra si mesmo independente do lugar que fosse*

-Poderíamos mandar ajuda para você? Claro, mas considere isso uma punição por ter deixado a traidora escapar, sim, você vai se redimir dessa falha arriscando sua vida entrando em território da Aliança totalmente sem ajuda! *O menor riu da situação com gosto, parecia se divertir muito com aquele tipo de situação, já o próprio Bryphis ficou sério perante aquilo, lembrar de Melroa o trazia uma sensação bastante desagradável*

-Por mais que Rafael esteja certo, essa missão não irá anular sua obrigação, apenas redimi-lo de sua falha, assim sendo, querendo ou não, você deve matar aquela garota assim que encontra-la, independente de seus motivos de acordo com o relatório ela se retirou junto a um membro importante da Aliança, o responsável pela equipe que capturou o Comandante Ghil, mata-la é seu dever primário como cavaleiro. *Os olhos carmesim se estreitaram tomando aspecto amarelo brilhante, estava nítido o quão irritado Heylel estava naquele momento, só que nenhum deles parecia se importar com isso*

-Com tudo dito, a reunião se encerra por aqui, esperamos seus resultados e seu próximo relatório cavaleiro, não nos decepcione. *O holograma se desfez deixando com que as luzes daquele comodo se ligassem sozinhas, em seguida por pura raiva o albino pisou naquele disco o quebrando em diversos pedaços buscando descontar sua ira em alguma coisa*

-Merda... *A partir daquele momento teria que dançar conforme a musica tendo que arquitetar um plano simplesmente milagroso para poder entrar e sair de Gradopolis sem baixas ou pelo menos sem chamar atenção suficiente que pudesse prejudicar seus aliados, sim, sem duvida alguma aquela seria uma das missões mais difíceis que executou em sua vida já que teria que simplesmente entrar em território inimigo sem quase proteção alguma. Se retirou daquele lugar e em vez de simplesmente sair de casa de imediato, ficou esperando C-06 retornar para casa depois que deixasse Sirius no lugar devido para poder então sair sem deixar as crianças sozinhas; ficou então na sala pensando em como iria fazer aquela Missão Impossível*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Sex Dez 21, 2018 4:55 pm

Sirus acompanha o androide até o veículo, observando as outras residências e outras pessoas através do vidro da janela, em silêncio durante o caminho todo. Devido ao seu "incrível" dom de furtividade, porém, os presentes podem notar que ele tenta fazer algo em um dispositivo escondido por baixo da manga de suas vestes. Ao aproximarem-se da sala onde os enfermos se encontram, entretanto, é possível ouvir uma gritaria e o som de coisas sendo jogadas. Coisa boa não parece ser.

Conforme adentram o local, Sirus deixa que o seu medo transpareça e não contêm um grito agudo e áspero antes deesconder-se atrás de C-06, buscando proteção. A visão que eles tem é a de Llyani, totalmente zangado enquanto ergue um enfermeiro  nos ares. Os outros, incapazes de agir, apenas observam a ação. Sirus conhece um pouco sobre o Experimento Alpha, mas jamais pensou que o encontraria pessoalmente. Ela não só é atraente como tem o dobro da altura dele.

O QUE VOCÊS FIZERAM COMIGO?! EU EXIJO RESPOSTAS AGORA! — Ela exclama enquanto aperta mais a gola da roupa do seu refém, visivelmente transtornada. — AONDE EU ESTOU? QUE TIPO DE TESTE VOCÊS FIZERAM?


O enfermeiro olha pros lados para ver se algum oficial se aproxima, mas não encontra esperança. Abaixo dele, um aparelho perfurante está caído com sangue dentro, e o que chama atenção é sua coloração: um esmeralda cintilante, como se fosse a mistura de um sangue comum com o sangue de uma outra espécie.

— F-Foi apenas um teste de sangue, eu prometo! Só queremos saber se você tem alergia a algum medicamento.

Apesar de tudo, Llyani não parece acreditar nas palavras do temeroso Zathriano, ao mesmo passo que seus olhos começam a emanar uma leve aura azul como aquela que a preenchia por completo no combate anterior. Para Cody que já havia a visto antes de ser atendida, o mais surpreendente é que ela não tem um ferimento sequer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Cody 01

Cody 01

Mensagens : 75
Data de inscrição : 14/12/2018

Database
HP:
21/21  (21/21)
EP:
5/5  (5/5)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Sex Dez 21, 2018 9:21 pm

*Ao entrar no lugar, o mordomo cessa os passos ao notar que uma cadeira simplesmente voou em sua direção, bateu na parede e caiu, ele então imediatamente coloca o braço frente a Sirius para mante-lo protegido atrás de si com todo seu tamanho embora o próprio garoto já tenha feito isso por conta própria. Observando a cena, ele percebe seu irmão está meio desnorteado, não parece ter recebido um golpe sério por não estar nitidamente avariado*

-Llyani, por favor, ele diz a verdade, ninguém aqui te fez teste nenhum, eu estava aqui o tempo todo com você, observando a todo o momento, pode consultar minha memoria em vídeo se quiser, só que por favor coloca ele no chão, eles salvaram sua vida!
*Estava ficando perigoso, sem Heylel e Wilhelm ali seria simplesmente impossível botar aquela mulher para dormir de novo e sabia que quando ela estivesse totalmente ensandecida, nem mesmo seu vinculo com ela iria adiantar, consequentemente tinha que ser ali, aqui e agora, tinha que convence-la a parar naquele momento. Mantinha-se afastado com os braços esticados, era como se quisesse domar um animal selvagem*

-Irmãozão, está tudo bem, precisa de ajuda? *Cody nem havia percebido a chegada da dupla, então apenas fez sinal para eles saírem dali buscando evitar falar um em voz alta para não deixar aquela mulher ainda mais irritada, não queria isso de forma alguma*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Sex Dez 21, 2018 9:56 pm

Por algum motivo, as palavras do robô apenas pareceram enfurecer ainda mais a mestiça, que lançou o enfermeiro violentamente contra uma das macas. Instantaneamente o objeto se quebrou e o pobre inocente ficou desacordado. Depois disso, bastou um piscar de olhos para que Llyani estivesse com o médico responsável pela ala de medicina do complexo, identificado pelo símbolo em seu peitoral.

Eu já ouvi isso antes. "Estamos tentando te ajudar! Solte esse merda! Não me mate, por favor!" No fim, vocês são todos iguais! — Ela exclama enquanto ameaça socar seu novo refém. Seu punho emite uma faísca azulada, anunciando que sua aura está começando a emergir. Eu quero uma nave e uma só pessoa para me tirar daqui ou eu mato todos nessa sala. Não fugi de um laboratório pra me enfiar em outro.

Todos no lugar parecem amedrontados, e uma equipe de segurança parece se aproximar. Quando vêem o refém que Llyani têm em mãos, porém, titubeiam. São muitos feridos e não podem arriscar perder um médico.

— ... psiu, robô. Vocês deveriam obedecer o que essa mulher diz. Ela é praticamente um mito lá na Aliança. — Sussurra Sirius, ainda escondido atrás do sintético.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Cody 01

Cody 01

Mensagens : 75
Data de inscrição : 14/12/2018

Database
HP:
21/21  (21/21)
EP:
5/5  (5/5)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Sex Dez 21, 2018 10:06 pm

*Estava realmente difícil para impossível lidar com aquela mulher, mas pelo menos Heylel não estava senão um combate iria acontecer ali mesmo. Percebendo a situação, não havia muito o que ser feito então apenas se aproximou da mulher e colocou a mão em seu ombro, sem apertar nem nada, na realidade acabou sendo gentil até demais*

-Você por acaso estava pressa quando acordou? Por acaso você está em algum lugar isolado justamente para impedir seus excessos? Llyani, olhe ao seu redor apenas um pouco, observe, todos aqui estão aqui para receber cuidados médicos assim como você recebeu, você está numa ala medica e não em um centro de pesquisas, as pessoas estão com medo, machucas e aflitas, só que ninguém aqui é forte como você, por favor, se acalma, eu sei que você não se lembra, mas eu prometi que ninguém iria te levar e cumpri isso, nós te salvamos da Aliança, então vamos, pegue suas roupas que já estão prontas, as vista e eu te levo para onde você quiser, só pare de machucar minha família, é tudo o que eu te peço, eles não fizeram nada de errado, por favor... *O grandalhão metalico ali sinaliza para a equipe recuar fazendo sinais claros para eles ficarem fora de vista, do contrário aquela mulher poderia se sentir afrontada e com certeza a situação iria piorar, e muito, e dessa vez não tinham uma dupla Kroyvisiana com muita sorte para lidar com ela*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
SIDA
Admin
SIDA

Mensagens : 882
Data de inscrição : 29/07/2015

Database
HP:
1/1  (1/1)
EP:
1/1  (1/1)
EXP:
1/1  (1/1)

MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   Sex Dez 21, 2018 10:41 pm

Dessa vez, a mestiça parece um pouco menos hostil. Ainda assim, não está disposta a deixar o refém até ter sua ordem cumprida. Seja lá o que a garota passou, foi traumatizante. Qualquer mínima lembrança daquilo a deixa totalmente agressiva.

— Uma nave e um piloto. Agora. — É tudo o que diz, mantendo o tom sério. A aura azulada ao menos parece cessar.

Mesmo que espontaneamente, Cody se tornou um negociador ali, e todos parecem apoiar-se neste por conta disso. O sintético possui muito mais influência do que qualquer robô jamais teria no final das contas. Além disso, ninguém ali parece de fato conhecer Llyani, e consequentemente todos a temem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://greyage.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Buraco negro - Vumihe Boik   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Buraco negro - Vumihe Boik
Voltar ao Topo 
Página 2 de 14Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8 ... 14  Seguinte
 Tópicos similares
-
» "Rex" - O Lobo Negro - Ficha 1.0
» "MADRECITA NEGRO II"
» [Konoha] Academia Ninja
» "O Anjo Negro" 3ª Parte
» nova ficha de oscark(como kakashi)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Era Cinzenta :: Zona RPG :: Campanhas pela Reconquista-
Ir para: